VÍTIMAS DE LESÃO CEREBRAL MUITAS VEZES SOFREM DE DEPRESSÃO

Brain Injury - Medical Malpractice Lawyers
Share This:

Após sofrer uma lesão cerebral em um acidente, muitas vítimas descobrem que elas também passaram a sofrer de depressão, além das outras consequências da lesão.

Quando vítimas de acidente sofrem traumas na cabeça, muitas vezes elas experimentam efeitos variados. De acordo com a Associação Americana de Lesões Cerebrais, as consequências de lesões cerebrais traumáticas geralmente dependem da localização, gravidade e causa do trauma. Embora vítimas de lesões cerebrais traumáticas apresentem frequentemente consequências diferentes, um efeito que muitos apresentam é a depressão.

O que faz com que seja a depressão torne-se mais provável?

O Departamento de Saúde e Serviços Humanos afirma que uma a cada 10 pessoas que não tenham uma lesão cerebral traumática apresentarão depressão. Comparativamente, três a cada 10 pacientes de lesões cerebrais apresentaram episódios de depressão. Este risco aumenta independentemente de a lesão cerebral ser leve, moderada ou grave. No entanto, os investigadores ainda são incapazes de determinar se fatores como idade, a área do cérebro que foi prejudicada ou o género do paciente façam com que determinadas vítimas de lesões cerebrais sejam mais suscetíveis a esta doença mental.

Os pesquisadores também são incapazes de chegar a uma conclusão sobre quando é mais provável que as vítimas de lesões cerebrais traumáticas passem a experimentar os sintomas da depressão após um acidente. Para alguns, esta doença mental pode começar a desenvolver-se logo após o trauma inicial, mas outras vítimas de lesões cerebrais não podem experimentar seus efeitos por um ano ou mais após o acidente.

Sinais desta doença mental

Existem muitos diferentes sinais que podem indicar que uma vítima de lesão cerebral traumática tem depressão. De acordo com o DHHS, estes incluem alguns dos seguintes:

  • A pessoa aumenta sua dependência do álcool, tabaco ou drogas.
  • Sentimentos de depressão, tristeza, falta de esperança ou desespero persistente pela maior parte do dia da vítima da lesão.
  • A vítima apresenta mudanças em seu sono e hábitos alimentares.
  • Uma perda de interesse nas atividades regulares e no tempo com amigos ou familiares.
  • A vítima pensa em cometer suicídio.

Em muitas situações, a vítima de lesão cerebral não pode perceber estes sintomas, mas as pessoas que vivem e trabalham com ele ou ela podem percebê-los.

Opções de tratamento disponíveis

A depressão geralmente é tratada com psicoterapia, antidepressivos ou uma combinação de ambas as opções de tratamento, afirma o DHHS. Atualmente, não se sabe como psicoterapia e antidepressivos afetam especificamente aqueles que vivem com uma lesão cerebral. No entanto, ambas opções são conhecidas por ajudar pessoas que sofrem de depressão em geral.

Vítimas de lesão cerebral que desenvolvem depressão podem estar preocupadas em relação a quanto tempo esta consequência e os outros efeitos da lesão cerebral traumática persistirão. Caso você tenha sofrido uma lesão cerebral causada por negligência de outra pessoa, recorra a um advogado para determinar que compensação pode estar disponível para você.

Há uma questão específica que você gostaria de discutir com um dos nossos advogados?